Notícia

Prefeitura inaugura sétimo restaurante popular e passa a distribuir 3,2 mil refeições gratuitas diariamente

Prefeitura inaugura sétimo restaurante popular e passa a distribuir 3,2 mil refeições gratuitas diariamente

 

A Prefeitura de Salvador inaugurou nesta segunda-feira (1º) o sétimo Restaurante Popular Vida Nova da capital baiana, no bairro de São Cristóvão, elevando para 3,2 mil o número de refeições diárias gratuitas fornecidas pelos equipamentos. A nova unidade tem capacidade para distribuir 400 refeições por dia e funciona das 11h às 13h, de segunda a sexta-feira. Este é o terceiro restaurante popular entregue pela Prefeitura em menos de um mês. As unidades de Fazenda Coutos e Sussuarana foram abertas para a população nos dias 13 e 21 de junho, respectivamente. Além destes três, a gestão municipal ainda conta com outros quatro equipamentos nos bairros de Pau da Lima, São Tomé de Paripe, Águas Claras e Periperi.

Durante a inauguração do restaurante de São Cristóvão, o prefeito Bruno Reis disse que outros três serão entregues até o final do ano nos bairros de Mares, Valéria e Pernambués. Ele destacou que os restaurantes populares ajudam a combater a insegurança alimentar e, além disso, são a porta de entrada para um conjunto de serviços oferecidos pela Prefeitura.

“A comida é fundamental. Não tem como você ajudar uma pessoa se ela está com fome. Como é que a pessoa que está com fome vai fazer o Cadastro Único? Como é que a pessoa que está com fome vai fazer um curso profissionalizante? Como é que a pessoa que está com fome vai conseguir arrumar um emprego? Não tem como. Então, primeiro a gente garante sua alimentação e qualidade”, afirmou.

“Aqui é uma porta de entrada para um conjunto de serviços. A pessoa vai ter um acompanhamento, e isso que é importante, é você proporcionar que a pessoa possa ter uma progressão social, uma autonomia financeira. Então, a gente vai ver se ela está recebendo o Bolsa Família, se está precisando colocar o filho na escola ou na creche para poder ter condições de fazer um curso que a Prefeitura vai oferecer. Se a pessoa quiser empreender, a gente vai ajudar a abrir um MEI ou um CNPJ como empreendedor individual”, acrescentou o prefeito.

O secretário de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), Júnior Magalhães, ressaltou que o restaurante tem cardápio semanal programado e acompanhado por nutricionistas, com a oferta de duas proteínas por dia. Além das refeições, as unidades contam orientação socioassistenciais, possibilitando o encaminhamento da população para o Centro de Referência de Referência da Assistência Social (CRAS) da área de abrangência, e também para cursos gratuitos de qualificação profissional.

“Nossa prioridade é oferecer alimentação de qualidade, saciar a necessidade urgente de alimentação das pessoas em vulnerabilidade, por entendermos que de nada adianta oferecermos qualquer outro serviço se a pessoa estiver com fome, afinal a fome não espera”, frisou o secretário da Sempre, Júnior Magalhães.  No caso dos cursos, explica o gestor, “também são oferecidos transporte, a partir do entendimento de que esse é fator que muitas vezes limita a participação da parcela mais vulnerável da sociedade nessas iniciativas”.

Ele salientou que a escolha dos locais para a implantação dos restaurantes segue critérios técnicos. “Fomos estudar os índices de segurança alimentar e de pobreza. Este restaurante está aqui na avenida Aliomar Baleeiro, mas ele vai servir Vila Verde, Mussurunga, São Cristóvão e toda essa região. Toda e qualquer pessoa que queira e tenha necessidade será atendida nesse restaurante”, declarou.

A diarista Patrícia Maria da Silva, 49 anos, aprovou o novo restaurante em São Cristóvão. “Esse equipamento chega num bom momento pra comunidade, porque muitas pessoas que não têm alimento podem garantir uma refeição diária. Nunca tinha vindo num restaurante popular na cidade e achei essa estrutura aqui maravilhosa, assim como a comida que está sendo servida, o atendimento dos funcionários. Atualmente, estou desempregada e ter condição de almoçar aqui já vai me deixar mais tranquila, além de proporcionar um alívio financeiro”, afirmou.

Dica

Planos de saúde: uma preocupação para o futuro

Planos de saúde: uma preocupação para o futuro

Ter ou não ter plano de saúde? Esse é um questionamento que pode ser constante na vida dos brasileiros, já que nem sempre os benefícios oferecidos são efetivamente ofertados quando mais se precisa desse tipo de assistência. Para não cair em armadilha e saber diferenciar os tipos de planos, consultamos o advogado especialista em Defesa do Consumidor, Taciano Mattos (@tacianomattos), para dar algumas dicas sobre o serviço. Confira abaixo:

Artigo

Taxas bancárias e o Direito do Consumidor

Taxas bancárias e o Direito do Consumidor

Você certamente possui conta em alguma agência bancária. Certamente, também, já deve ter sido tarifado indevidamente, mesmo pensando que o serviço oferecido era gratuito, a exemplo das taxas cobradas pela poupança. Mas, não era para poupar? Pois bem, nem sempre o que está previsto nos contratos atendem às regras previstas pelo Código de Defesa do Consumidor. O advogado, especialista na área, Cândido Sá, dá suas recomendações sobre o que a lei salvaguarda ou não, quando o assunto é serviço bancário. Confira artigo sobre o assunto, logo abaixo:

Enquete

Você pretende tomar a vacina contra a covid-19?


Ver resultado

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.