Notícia

Shows na Praça Cayru marcam terceiro dia do Festival Salvador Capital Afro

Shows na Praça Cayru marcam terceiro dia do Festival Salvador Capital Afro

A noite de ontem (24) foi marcada pelos shows de encerramento do terceiro dia do Festival Salvador Capital Afro. Ao som de Larissa Luz, do cantor de afrobeat nigeriano Seun Kuti e do rapper Baco Exu do Blues, cerca de 7 mil pessoas foram à Praça Cayru, no Comércio, para celebrar o último fim de semana do Novembro Salvador Capital Afro. Para Maylla Pita, diretora de cultura da Secretaria de Cultura e Turismo de Salvador (Secult), ter um momento de celebração dessa magnitude e aberto ao público, é excepcional. 

“O propósito do Salvador Capital Afro é o posicionamento desse destino e o fortalecimento desses atores, dos agentes que dão sentido e estruturam a cena. Então, é muito gratificante chegar ao terceiro dia com essa celebração pública com artistas negros do Brasil e do mundo se apresentando para celebrar o Festival”, destacou.

A noite começou com o show de Larissa, que embalou o público ao som dos hits Bonecas Pretas e Meu Cupido é um Erê. O cantor Seun Kuti convidou ao palco a banda Olodum, misturando o som do afrobeat nigeriano aos tambores do bloco Afro de Salvador. 

Baco Exu do Blues foi o último a subir no palco, arrancando gritos e com o público cantando todas as músicas do início ao fim da apresentação. 

Programação – O Festival Salvador Capital Afro, que está na segunda edição, começou na quarta-feira (22) e reuniu palestrantes e participantes de todo o mundo, com talks, rodadas de negócios e showcases voltadas ao empreendedorismo negro e à economia criativa da cidade. 

Neste sábado (25), o encerramento do festival acontece com o Desfile Salvador Capital Afro, com 12 entidades dentre blocos Afro, afoxé e de capoeira.

 

Dica

Planos de saúde: uma preocupação para o futuro

Planos de saúde: uma preocupação para o futuro

Ter ou não ter plano de saúde? Esse é um questionamento que pode ser constante na vida dos brasileiros, já que nem sempre os benefícios oferecidos são efetivamente ofertados quando mais se precisa desse tipo de assistência. Para não cair em armadilha e saber diferenciar os tipos de planos, consultamos o advogado especialista em Defesa do Consumidor, Taciano Mattos (@tacianomattos), para dar algumas dicas sobre o serviço. Confira abaixo:

Artigo

Taxas bancárias e o Direito do Consumidor

Taxas bancárias e o Direito do Consumidor

Você certamente possui conta em alguma agência bancária. Certamente, também, já deve ter sido tarifado indevidamente, mesmo pensando que o serviço oferecido era gratuito, a exemplo das taxas cobradas pela poupança. Mas, não era para poupar? Pois bem, nem sempre o que está previsto nos contratos atendem às regras previstas pelo Código de Defesa do Consumidor. O advogado, especialista na área, Cândido Sá, dá suas recomendações sobre o que a lei salvaguarda ou não, quando o assunto é serviço bancário. Confira artigo sobre o assunto, logo abaixo:

Enquete

Você pretende tomar a vacina contra a covid-19?


Ver resultado

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.