Notícia

Rede Conecta Salvador teve mais de 500 mil acessos até setembro

Rede Conecta Salvador teve mais de 500 mil acessos até setembro

Com mais de 30 pontos de acessos espalhados pela capital baiana, a rede de internet pública gratuita Conecta Salvador contabilizou 555.429 acessos até setembro passado. Desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Companhia de Governança Eletrônica de Salvador (Cogel), o programa foi lançado em 2018 para oferecer à população um serviço de internet sem fio, gratuito e de qualidade. A iniciativa faz parte do programa Salvador 360º, eixo Cidade Inteligente.

A ideia é expandir os pontos de acesso com Wi-Fi Público para garantir que os cidadãos estejam conectados sem precisar se deslocar por grandes distâncias. Hoje, são 38 locais contemplados pelo programa. Atualmente, a qualidade de conexão tem como parâmetro mínimo 2 Mb de velocidade.

Em 2018, 321.884 usuários utilizaram o serviço. Fotos em alta resolução, vídeos, músicas, redes sociais e navegação na web resultaram em mais de 13 milhões de dados trafegados em Megabytes. Em 2019, os números foram ainda maiores: mais de 23 milhões de dados consumidos.

A Praça Municipal é o local com o maior número de acessos registrados, foram mais de 124.383, seguida do Forte Santa Maria (76.733), Forte São Diogo (74.354) e Campo da Pólvora (32.604). Segundo balanço da Cogel, os aplicativos mais utilizados pelos usuários foram o Google (265.637), Instagram (197.637), WhatsApp (173.378) e Facebook (77.606).

Conecte-se – Para se conectar é necessário habilitar o dispositivo móvel à rede #Conecta_Salvador e seguir as orientações de cadastro exibidas na tela. A rede obedece ao Marco Civil da Internet (lei 12.965/14) e a Lei Geral de Proteção de Dados (lei 13.709/18), o que garante a segurança dos dados trafegados, tanto para a Prefeitura como para quem está utilizando.

A rede #Conecta_Salvador está presente em locais como a Avenida Joana Angélica (Colégio Central - Lapa), Campo da Pólvora, Casa do Carnaval, Dique do Tororó, Forte Santa Maria, Largo da Mariquita, Largo das Baianas (Amaralina), Largo de Santana (Rio Vermelho), Largo do Bonfim, Largo do Farol da Barra, Mercado Modelo, Porto da Barra, Praça da Piedade, Praça da Revolução (Periperi), Praça João Martins (Paripe), Praça Newton Rique (Iguatemi), Praça Thomé de Souza, Quadra de Tubarão (Paripe), Quadra do Rio Vermelho, Relógio de São Pedro e Rua Dias D’Ávila (Beco da Off - Barra).

 

Entrevista

Uma nova forma de consumir

Uma nova forma de consumir

O consumo colaborativo pode mudar o sistema de produção e economia globais? Para a pesquisadora Ana Cirne Paes de Barros, o mais provável é que as práticas hegemônicas continuem a existir, mas novas formas de consumo se espalhem de forma independente, proporcionando maior autonomia aos consumidores. 

Artigo

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

No Natal de 2016 os baianos receberam um belo presente da concessionária Via Bahia, que administra rodovias federais no estado: o aumento do pedágio em 21,6% na BR-116 e 16% na BR-324. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.



Enquete

Você é a favor da legalização dos jogos de azar?


Ver resultado

Se ligue

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Chuveiro na posição "inverno" consome 30% mais. Banhos mais curtos ajudam a economizar até 40%. Geladeira em má condição consome até 70% da conta do mês. Em casa ou no escritório, tire os aparelhos eletrônicos da tomada quando estão fora de uso, principalmente televisão, aparelhos de DVD/Blue-Ray e de som.