Notícia

Com mais chuvas, governo decide manter usinas termelétricas desligadas

Com mais chuvas, governo decide manter usinas termelétricas desligadas

O aumentos das chuvas nos últimos dias levou o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) a recomendar o não acionamento das usinas termelétricas com maior custo de operação. Em nota, o CMSE informou que uma nova avaliação das condições de suprimentos de energia elétrica no país apontou melhores condições de armazenamento em comparação com a semana anterior.

"Segundo informações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), houve aumento no armazenamento equivalente de todas as regiões do país, com destaque para a região Sudeste/Centro-Oeste, que ganhou 3,4 pontos percentuais e atingiu 33,0%. Dessa forma, permanece a estratégia operativa aprovada pelo CMSE de não despachar usinas termelétricas fora da ordem de mérito", informou o CMSE em nota.

No início de fevereiro, o comitê havia decidido acionar as termelétricas com custo de produção mais alto, fora da ordem de mérito, em razão do baixo volume de chuvas registrado no mês de janeiro. Em decorrência da onda de calor, o mês registrou quatro recordes de carga de energia. O maior deles foi no dia 23, quando o ONS registrou como demanda máxima de energia 89.114 MW.

No dia 22 do mês passado, o comitê recomendou o desligamento das usinas despachadas fora da ordem de mérito e disse que iria monitorar as condições de suprimento semanalmente. A decisão foi mantida na reunião seguinte, no dia 28.

O comitê informou ainda que o suprimento de energia para este ano está garantido e que continuará reavaliando regularmente as condições do sistema elétrico.

Informações da Agência Brasil

Entrevista

Uma nova forma de consumir

Uma nova forma de consumir

O consumo colaborativo pode mudar o sistema de produção e economia globais? Para a pesquisadora Ana Cirne Paes de Barros, o mais provável é que as práticas hegemônicas continuem a existir, mas novas formas de consumo se espalhem de forma independente, proporcionando maior autonomia aos consumidores. 

Artigo

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

No Natal de 2016 os baianos receberam um belo presente da concessionária Via Bahia, que administra rodovias federais no estado: o aumento do pedágio em 21,6% na BR-116 e 16% na BR-324. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.



Enquete

Você é a favor da legalização dos jogos de azar?


Ver resultado

Se ligue

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Chuveiro na posição "inverno" consome 30% mais. Banhos mais curtos ajudam a economizar até 40%. Geladeira em má condição consome até 70% da conta do mês. Em casa ou no escritório, tire os aparelhos eletrônicos da tomada quando estão fora de uso, principalmente televisão, aparelhos de DVD/Blue-Ray e de som.