Notícia

Sistema de protocolo eletrônico da Prefeitura bate marca de 100 mil processos

Sistema de protocolo eletrônico da Prefeitura bate marca de 100 mil processos

Um serviço criado em setembro do ano passado, com o objetivo de modernizar o envio de documentos da Prefeitura, bateu a marca de 100 mil processos cadastrados nesta semana. O eSalvador tem como objetivo realizar os atos administrativos da Prefeitura em ambiente eletrônico, permitindo criar, tramitar, consultar e arquivar processos com segurança, agilidade e transparência. O software, implementado pela Secretaria Municipal de Gestão (Semge), oferece módulos e funcionalidades para realizar os processos de forma prática e intuitiva, com segurança, economia, celeridade e transparência. O sistema tem aumentado a produtividade e a redução do tempo de tramitação dos processos. 

Além de agregar valor ao atendimento público, em especial às demandas de informação, produtos ou serviços solicitados pelo cidadão, o eSalvador vem contribuindo para a coleta de dados estatísticos e informações assertivas para o planejamento e estabelecimento de boas práticas de gestão no âmbito da Prefeitura. 

O secretário de Gestão, Thiago Dantas, afirmou que o sistema é, sem dúvidas, um projeto extremamente exitoso, fruto do esforço de uma equipe obstinada e abraçado por toda a administração municipal. “O eSalvador trouxe celeridade, transparência, economicidade e sustentabilidade e, portanto, transformou o trabalho em toda a Prefeitura, otimizando a prestação dos serviços públicos para o cidadão”. 

A gerente do sistema, Lisiane Alves, informou que, por dia, são cadastrados aproximadamente 600 a 700 processos, mas esse número chega a quase 900 nos dias de maior movimentação do sistema. Além disso, o serviço também ajuda na economia de recursos. 

Desde o início do projeto, já foram digitalizadas quase quatro milhões de páginas de despacho ou anexo processual. Se for considerada a redução da impressão desse montante de páginas geradas no eSalvador, a economia chega a 30 mil metros cúbicos de água e cerca de 400 troncos de árvore tipo eucalipto – dados do Water Footprint Network. 

Impacto – O eSalvador é utilizado internamente por colaboradores vinculados aos 33 órgãos e entidades da administração municipal, que podem acessar a plataforma. Cada usuário possui cadastro único e personalizado de acordo com as atividades exercidas em sua unidade de lotação. Hoje, mais de 50% dos profissionais estão conseguindo trabalhar remotamente, graças à implementação do sistema. 

A servidora da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Leilane Souza é, além de usuária assídua da ferramenta, administradora do sistema na Codesal. Para ela, o serviço trouxe mais celeridade tanto para os envios de processos, que na maioria são urgentes no órgão – agora, os encaminhamentos são imediatos. Com a pandemia, a iniciativa também facilitou a transição das comunicações externas com órgãos municipais de forma digital, que hoje dialogam com a autarquia através de e-mail. 

A Codesal foi um dos primeiros órgãos a migrar para o eSalvador, antes mesmo da implantação 100% do sistema. A economia foi sentida na quantidade de papel utilizado nos processos. Em julho, foram 14 mil impressões. Em setembro, o número caiu para quase seis mil documentos impressos.

 

Dica

ATENÇÃO - Golpe do WhatsApp: o que fazer?

ATENÇÃO - Golpe do WhatsApp: o que fazer?

Entenda como essa armadilha funciona e saiba também como se prevenir.

Artigo

A volta às aulas pós-pandemia

A volta às aulas pós-pandemia

Especialista alerta para os cuidados dos pais no retorno das crianças ao ambiente escolar

Enquete

Você pretende tomar a vacina contra a covid-19?


Ver resultado

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.