Notícia

Lojas são interditadas em shoppings após fiscalização de protocolos

Lojas são interditadas em shoppings após fiscalização de protocolos

No primeiro fim de semana de reabertura dos shopping centers de Salvador, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) vistoriou 15 desses centros comerciais. A ação resultou na notificação de sete lojas para adequação aos protocolos de funcionamento e interdição de cinco de serviços estéticos, atividade não autorizada a funcionar na primeira fase de reabertura. As vistorias nos shoppings Barra, da Bahia, Center Lapa, Itaigara, Paseo, Tri Center, Bela Vista, Paralela, da Gente, Salvador Norte, da Cidade, Piedade, Sumaré, Imbuí Plaza e Salvador Shopping. Ao todo, 4.345 lojas e 286 quiosques foram vistoriados. A fiscalização visa garantir o cumprimento dos protocolos gerais e específicos de funcionamento. 

Reabertos para atendimento presencial desde a última sexta-feira (24), os shoppings e centros comerciais precisam seguir regras, como o uso obrigatório de máscaras, higienizar ambientes e produtos e estabelecer a limitação de uma pessoa a cada nove metros quadrados em áreas comuns. Dentro das lojas, só pode haver uma pessoa a cada cinco metros quadrados; o estacionamento deve ser limitado a 50% das vagas; e é preciso haver medição de temperatura de todos. O horário de funcionamento deve ser das 12h às 20h, de segunda a sábado. 

As áreas de alimentação continuam funcionando apenas no sistema drive-thru ou para a retirada do produto no balcão, sem consumo nesses locais. O consumo nas áreas de alimentação dos shoppings só deve ser liberado quando a cidade entrar na fase dois da retomada das atividades. 

Bairros com restrição – A força-tarefa coordenada pela Sedur, com o apoio da Polícia Militar, também esteve no final de semana nas localidades que passam por medidas restritivas regionalizadas e ações de proteção à vida. Ao todo, foram feitas 31 interdições no sábado (25) em localidades de Cajazeiras, Águas Claras e Castelo Branco e 861 vistorias, e quatro no domingo (26) em Cajazeiras, Castelo Branco e Nordeste de Amaralina. 

Desde o início das ações em bairros que passam por medidas restritivas regionalizadas, em maio desse ano, a força-tarefa da Prefeitura já realizou 128.232 vistorias e 3.090 interdições em estabelecimentos diversos situados nesses locais.

 

 

 

Entrevista

Uma nova forma de consumir

Uma nova forma de consumir

O consumo colaborativo pode mudar o sistema de produção e economia globais? Para a pesquisadora Ana Cirne Paes de Barros, o mais provável é que as práticas hegemônicas continuem a existir, mas novas formas de consumo se espalhem de forma independente, proporcionando maior autonomia aos consumidores. 

Artigo

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

No Natal de 2016 os baianos receberam um belo presente da concessionária Via Bahia, que administra rodovias federais no estado: o aumento do pedágio em 21,6% na BR-116 e 16% na BR-324. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.



Enquete

Você é a favor da legalização dos jogos de azar?


Ver resultado

Se ligue