Notícia

Prefeitura fará testagem em mais de 30 mil profissionais contra o coronavírus

Prefeitura fará testagem em mais de 30 mil profissionais contra o coronavírus

A Prefeitura icomeçou ontem (19), a testagem rápida de 31.470 profissionais em Salvador que estão atuando na linha de frente ao combate à Covid-19. O anúncio foi feito pelo prefeito ACM Neto pela manhã, durante a inauguração da nova sede do Centro de Referência e Assistência Social (Cras) Itapagipe, localizada no bairro de Roma. Serão 25 mil testes apenas para trabalhadores das área da saúde e segurança. São profissionais que estão atuando nas ruas, no enfrentamento à doença, no reforço das medidas e isolamento e na manutenção da rotina na cidade, a exemplo também dos trabalhadores da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Defesa Civil de Salvador (Codesal), Transalvador e Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). 

"Essa medida possui dois objetivos. Primeiro, trazer segurança e conforto ao ambiente de trabalho, dar a capacidade desses trabalhadores continuarem fazendo a sua atividade sem tanto medo e preocupação com a contaminação porque, eventualmente, se alguém tiver com o coronavírus, vai ser afastado do trabalho. O outro objetivo é impedir que essa pessoa seja um vetor de transmissão. Como acaba lidando muito com o cidadão no dia a dia, se ela tá com o vírus e não sabe, pode acabar transmitindo. É também uma proteção a todo o cidadão da nossa cidade", explicou ACM Neto.

Ele aproveitou também para reafirmar que a Prefeitura vai continuar o trabalho de aquisição de mais unidades e aplicação desses testes rápidos em toda a cidade. "Sabe-se que essa é uma medida muito importante no combate à pandemia", pontuou.

Áreas restritas - No caso da testagem feita nas áreas de maior restrição, a gestão municipal deverá mudar o modelo da operação para evitar filas, como a registrada na manhã desta terça-feira na Praça Ana Lúcia Magalhães, na Pituba. "Vamos estudar um novo modelo para não promover aglomerações, minimizando os riscos", finalizou ACM Neto.

 

 

Entrevista

Uma nova forma de consumir

Uma nova forma de consumir

O consumo colaborativo pode mudar o sistema de produção e economia globais? Para a pesquisadora Ana Cirne Paes de Barros, o mais provável é que as práticas hegemônicas continuem a existir, mas novas formas de consumo se espalhem de forma independente, proporcionando maior autonomia aos consumidores. 

Artigo

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

No Natal de 2016 os baianos receberam um belo presente da concessionária Via Bahia, que administra rodovias federais no estado: o aumento do pedágio em 21,6% na BR-116 e 16% na BR-324. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.



Enquete

Você é a favor da legalização dos jogos de azar?


Ver resultado

Se ligue