Notícia

Avanço de sinal vermelho em Salvador cai mais de 30% em 2019

Avanço de sinal vermelho em Salvador cai mais de 30% em 2019

O número de infrações por avanço de sinal vermelho em Salvador teve redução de mais de 30% em 2019, quando comparado com o ano anterior. De acordo com a Superintendência de Trânsito do Salvador (Transalvador), foram 21.096 infrações em 2019, contra 30.154 em 2018. Este ano, somente na primeira quinzena de janeiro foram cometidas 1.165 infrações deste tipo. Alguns dos cruzamentos onde os motoristas mais desrespeitam a sinalização ficam entre a Avenida Barros Reis e a Rua Marquês de Maricá, sentido Avenida ACM, e entre a Avenida da França e a Rua da Suécia, sentido Avenida Lafayete Coutinho.

Também integram a lista a Rua Silveira Martins com o Colégio Francisco da Conceição Menezes, rumo à Uneb, e entre o Largo da Mariquita e a Rua Monte Conselho, em direção a Amaralina.

“O avanço de sinal é uma das principais causas de atropelo, podendo resultar em acidentes graves. A redução deste tipo de infração é de grande importância para que possamos ter um trânsito mais seguro em nossa cidade”, afirma o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller.

Ele lembra ainda que a fiscalização ostensiva e a própria conscientização dos condutores são fatores fundamentais que ajudam na redução deste tipo de infração, que vem reduzindo ano a ano. O fato tem gerado uma mudança de comportamento no cidadão, tornando o condutor mais consciente sobre as regras de trânsito.

Legislação – Além de oferecer riscos para os pedestres e condutores, avançar o sinal vermelho é considerado infração gravíssima, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O motorista que cometer este tipo de infração leva sete pontos na carteira e paga multa no valor de R$ 293,47.

 

Entrevista

Uma nova forma de consumir

Uma nova forma de consumir

O consumo colaborativo pode mudar o sistema de produção e economia globais? Para a pesquisadora Ana Cirne Paes de Barros, o mais provável é que as práticas hegemônicas continuem a existir, mas novas formas de consumo se espalhem de forma independente, proporcionando maior autonomia aos consumidores. 

Artigo

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

No Natal de 2016 os baianos receberam um belo presente da concessionária Via Bahia, que administra rodovias federais no estado: o aumento do pedágio em 21,6% na BR-116 e 16% na BR-324. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.



Enquete

Você é a favor da legalização dos jogos de azar?


Ver resultado

Se ligue

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Chuveiro na posição "inverno" consome 30% mais. Banhos mais curtos ajudam a economizar até 40%. Geladeira em má condição consome até 70% da conta do mês. Em casa ou no escritório, tire os aparelhos eletrônicos da tomada quando estão fora de uso, principalmente televisão, aparelhos de DVD/Blue-Ray e de som.