Notícia

Detran-BA faz leilão de sucatas de veículos para desafogar pátios de delegacias

Detran-BA faz leilão de sucatas de veículos para desafogar pátios de delegacias

Retirar sucatas de veículos que lotam pátios de delegacias, com o objetivo de proteger o meio ambiente, impedir o acúmulo de sujeira e água para evitar doenças e impulsionar a reciclagem. As medidas estão previstas no convênio firmado entre o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) e a Secretaria de Segurança Pública (SSP).
Em mais uma fase de ações do convênio, o Detran-BA realiza amanhã (10), no auditório da sede do órgão, na Avenida ACM, em Salvador, o leilão de 690 veículos inservíveis. São sucatas de carros e motos que foram declarados como abandonados em delegacias da capital e do interior, sem a manifestação dos proprietários.

O leilão do Detran-BA acontecerá também pelo site www.brbid.com. Poderão participar do evento empresas dos ramos da siderurgia, fundição e reciclagem. Os veículos oferecidos representam 307 toneladas de sucatas. Todos os lotes arrematados serão reciclados e transformados em matéria-prima para a fabricação de outros produtos

 

Entrevista

Uma nova forma de consumir

Uma nova forma de consumir

O consumo colaborativo pode mudar o sistema de produção e economia globais? Para a pesquisadora Ana Cirne Paes de Barros, o mais provável é que as práticas hegemônicas continuem a existir, mas novas formas de consumo se espalhem de forma independente, proporcionando maior autonomia aos consumidores. 

Artigo

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

No Natal de 2016 os baianos receberam um belo presente da concessionária Via Bahia, que administra rodovias federais no estado: o aumento do pedágio em 21,6% na BR-116 e 16% na BR-324. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.



Enquete

Você é a favor da legalização dos jogos de azar?


Ver resultado

Se ligue