Notícia

Humanos artificiais marcam maior feira de tecnologia do mundo

Humanos artificiais marcam maior feira de tecnologia do mundo

Humanos artificiais em 3D, com quem indivíduos podem interagir em várias situações e para distintas tarefas, foram a principal novidade da maior feira de tecnologia do mundo, a Consumer Eletronics Show, realizada na última semana em Las Vegas, nos Estados Unidos. Entre os destaques também estiveram novos dispositivos inteligentes, especialmente veículos e equipamentos domésticos. A Samsung roubou as atenções com o Neon, projeto que cria avatares digitais gerados por computador, simulando humanos artificiais que podem conversar e expressar emoções. Dados sobre imagens de pessoas e comportamento humano alimentam sistemas de aprendizado de máquina e inteligência artificial para gerar novos “seres”.

Eles são projetados em telas, ainda não em 3D. A diferença, prometem os responsáveis pelo projeto, é que não se trata de um vídeo, mas de um sistema que consegue reagir em tempo real, buscando espelhar atitudes de seres humanos (veja um exemplo)

No grupo de inovações inteligentes, uma que chamou a atenção foi o robô da Samsung, apelidado de Ballie, desenvolvido na forma de uma bola de tênis. Ele funciona como um assistente, não somente recebendo os comandos dos moradores, como interagindo com outros equipamentos da residência, acionando, desligando ou alterando parâmetros (veja o vídeo).

Carros voadores

Entre os vários automóveis expostos, a Uber e a Hyundai anunciaram um táxi voador que poderá ser usado para evitar o tráfego. A inovação não foi lançada, e um protótipo só deverá ser entregue em 2023. Ele dever ser 100% elétrico, atingir até 300 quilômetros por hora (km/h) e poderá até ser autônomo, sem a necessidade de um motorista.

Outra novidade foi um modelo da Sony (empresa especializada em áudio e vídeo, mas não integrante da indústria automotiva). A companhia lançou o carro elétrico, apontando-o como vanguarda em veículos inteligentes. O automóvel é equipado com 33 sensores internos e externos, conexão já compatível com 5G, assistentes para motoristas (confira).

Privacidade

Em meio a denúncias nos últimos anos, como a do uso de dados para manipulação eleitoral (como o do Cambridge Analytica) ou grandes vazamentos de dados (que atingiu do Facebook ao Uber), a privacidade surgiu como um aspecto de diversas inovações.

O sistema de segurança da Vayyar faz o monitoramento utilizando ondas de rádio, e não por meio de câmeras. Essa ferramenta vem sendo bastante questionada, como no caso do sistema de vídeo doméstico Ring, da Amazon, cuja falta de segurança foi denunciada no ano passado. O produto permite que o armazenamento seja feito em um servidor do morador, evitando acesso aos dados na nuvem.

Duas das maiores plataformas digitais do mundo, Google e Facebook aproveitaram a ocasião para anunciar novas ferramentas de privacidade. A primeira informou que seus assistentes virtuais, como o Nest, terão a possibilidade de apagar o registro de um comando de voz se o usuário assim solicitar ao equipamento. O Facebook criou novos recursos, com a promessa de facilitar o manejo pelos usuários das configurações de privacidade.

Dobráveis

Já sinalizados na edição do ano passado, os aparelhos “dobráveis” se multiplicaram. A nova forma começou nos smartphones. Mas, neste ano, a Lenovo mostrou um notebook que também pode ser movido dessa maneira. Ele estará disponível no mercado dos Estados Unidos por US$ 2.500 (R$ 10,1 mil).

A Samsung inovou no conceito ao expor não um monitor dobrável, mas curvo, com capacidade de dar outra impressão realista das imagens exibidas. Com cerca de 50 polegadas, ele tem como foco os jogadores de video-game.

Saúde

Muitas inovações focaram em benefícios à saúde. A startup AO apresentou uma máscara de ar pessoal batizada de Atmos. Ela cobre nariz e boca e, por meio de filtros específicos, purifica o ar que o usuário respira. O item será lançado em julho, ao preço de US$ 350 (R$ 1.425). A Segway S-Pot é uma cadeira de rodas motorizada que pode alcançar até 40 km/h. Ela pode ser controlada por um aparelho, como um joystick de video-game.

A MamaRoo lançou um berço eletrônico com recursos de balanço, de modo a simular cinco tipos de movimentação, de trajeto de carro a balanço de árvores. Além disso, o aparelho também emite sons que podem contribuir no relaxamento do bebê para dormir. Por meio da tecnologia bluetooth, os pais podem definir tempos e que recursos desejam usar por meio de um app. O produto custará US$ 329 (R$ 1340).

 

Informações da Agência Brasil

 

 

Entrevista

Uma nova forma de consumir

Uma nova forma de consumir

O consumo colaborativo pode mudar o sistema de produção e economia globais? Para a pesquisadora Ana Cirne Paes de Barros, o mais provável é que as práticas hegemônicas continuem a existir, mas novas formas de consumo se espalhem de forma independente, proporcionando maior autonomia aos consumidores. 

Artigo

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

No Natal de 2016 os baianos receberam um belo presente da concessionária Via Bahia, que administra rodovias federais no estado: o aumento do pedágio em 21,6% na BR-116 e 16% na BR-324. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.



Enquete

Você é a favor da legalização dos jogos de azar?


Ver resultado

Se ligue

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Chuveiro na posição "inverno" consome 30% mais. Banhos mais curtos ajudam a economizar até 40%. Geladeira em má condição consome até 70% da conta do mês. Em casa ou no escritório, tire os aparelhos eletrônicos da tomada quando estão fora de uso, principalmente televisão, aparelhos de DVD/Blue-Ray e de som.