Notícia

Embasa testa sirenes do sistema de emergência da barragem de Pituaçu

Embasa testa sirenes do sistema de emergência da barragem de Pituaçu

Os testes no sistema de alerta sonoro da barragem de Pituaçu foram iniciados, na manhã de ontem (21), e seguem também nesta sexta-feira (22), nos dois turnos. Ontem, os testes foran realizados em dois pontos – na comunidade do Bate Facho e na BRK Ambiental, ambas localizadas na Av. Jorge Amado –, com o acionamentos das sirenes instaladas na área do plano de emergência da barragem de Pituaçu. Hoje, sexta-feira (22), os testes prosseguem com o acionamento das sirenes instaladas na região da Bolandeira (Boca do Rio) e novamente na comunidade do Bate Facho, das 10h às 12h e das 14h às 16h.

Durante os testes, a população que habita nesta área e nas adjacências estão ouvindo um forte sinal sonoro que, nesta ocasião, não representa sinal de perigo. As sirenes testadas fazem parte do sistema de emergência da barragem de Pituaçu que está em fase de implantação. O plano de emergência da barragem de Pituaçu tem caráter preventivo e visa garantir a segurança das pessoas que habitam à jusante (no sentido do fluxo da água) do vertedouro da barragem de Pituaçu. Ele inclui a transmissão de sinais de sirenes, mensagens de voz, mensagens de texto enviadas para celulares cadastrados, sinais luminosos e evasão por rotas de fuga traçadas pela Defesa Civil do município de Salvador. Essas rotas serão testadas em breve, durante simulação de acidente hipotético na barragem, envolvendo a população residente no local e os órgãos competentes para lidar com este tipo de ocorrência.

A barragem de Pituaçu encontra-se com sua estrutura física em completa integridade. Intervenções empreendidas pela Embasa, em 2016, incluíram reforço da estrutura dos vertedores (equipamentos que regulam o nível máximo do reservatório) e implantação de um novo sistema de drenagem interno, ampliando a capacidade do reservatório de suportar as vazões de cheia do rio Pituaçu, controlando o fluxo de água da barragem. Estas intervenções aumentaram o nível de segurança da represa, que tem 113 anos de existência e foi utilizada para abastecer Salvador até o final da década de 1990. Hoje, o barramento faz parte do Parque Metropolitano de Pituaçu, servindo como área de lazer.

O supervisor de Barragens da Embasa, Lúcio Landim, informa que inspeções regulares são realizadas periodicamente na estrutura da barragem de Pituaçu e que o nível do reservatório é monitorado a cada cinco minutos. “Aproveitamos para tranquilizar a comunidade, pois a barragem de Pituaçu se encontra completamente íntegra e sem riscos estruturais. O sistema de alerta que está sendo implantado tem caráter preventivo, mas o risco de um eventual rompimento é extremamente baixo, pois a barragem de Pituaçu é uma estrutura estável, construída há mais de cem anos e que, inclusive, passou por reformas estruturais recentes”, afirma.

Confira como estão ocorrendo os acionamentos das sirenes instaladas na área considerada no plano de emergência da barragem de Pituaçu:


Dia 21/11, das 10h às 12h, uma sirene instalada no Bate Facho foi acionada algumas vezes;


Dia 21/11, das 14h às 16h, uma sirene instalada na BRK será acionada algumas vezes;


Dia 22/11, das 10h às 12h, duas sirenes instaladas na área da Bolandeira serão acionadas algumas vezes;


 

Dia 22/11, das 14h às 16h, as quatro sirenes instaladas entre o Bate Facho e a Bolandeira serão acionadas algumas vezes.

 

 

Entrevista

Uma nova forma de consumir

Uma nova forma de consumir

O consumo colaborativo pode mudar o sistema de produção e economia globais? Para a pesquisadora Ana Cirne Paes de Barros, o mais provável é que as práticas hegemônicas continuem a existir, mas novas formas de consumo se espalhem de forma independente, proporcionando maior autonomia aos consumidores. 

Artigo

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

No Natal de 2016 os baianos receberam um belo presente da concessionária Via Bahia, que administra rodovias federais no estado: o aumento do pedágio em 21,6% na BR-116 e 16% na BR-324. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.



Enquete

Você é a favor da legalização dos jogos de azar?


Ver resultado

Se ligue