Notícia

Codecon manterá fiscalização de rotina em bancos

Codecon manterá fiscalização de rotina em bancos

 

Quando o início do mês se aproxima, consumidores que precisam resolver pendências bancárias já ficam apreensivos para saber se terão o atendimento realizado em poucos minutos ou se enfrentarão longos períodos de espera nas agências. Por conta desse transtorno, a Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon), vinculada à Secretaria de Ordem Pública (Semop), vai manter o trabalho de fiscalização roptineira dos bancos para garantir o cumprimento da "Lei dos 15 minutos".  

Apenas no ano anterior, as equipes de fiscalização da Codecon realizaram 313 vistorias a agências bancárias de diversos pontos da cidade. Estas operações resultaram em 44 autuações e na emissão de três notificações. Este trabalho é executado de forma contínua durante todo o ano e analisa, além do atendimento ao consumidor no prazo estabelecido por lei, outras questões a exemplo do uso de celulares no interior das agências, dispensador de senhas para controle de atendimento nos caixas, bem como o respeito ao atendimento prioritário aos idosos com mais de 80 anos sobre os demais idosos.  

Apesar do balanço positivo com as operações no ano anterior, o diretor do órgão, Alexandre Lopes, alerta que as equipes continuarão trabalhando para garantir os direitos do consumidor. “Para este ano de 2019, as fiscalizações nas agências bancárias deverão ser mantidas, concentrando as vistorias, especialmente, no início do mês, quando a incidência de reclamações é maior”, pontuou. Apesar das justificativas que algumas agências dão aos cidadãos de que no início do mês o atendimento em caixas possui tempo diferenciado, a informação não tem veracidade. A lei traz apenas uma exceção para o prazo de 15 minutos quando é véspera ou após feriados prolongados, flexibilizando o período para até 25 minutos. 

Mesmo nos dias de pagamento de funcionários públicos municipais, estaduais e federais, de vencimentos de contas de concessionária de serviços públicos ou de recebimento de tributos também das três instâncias (municipal, estadual e federal), o tempo de atendimento deve ser de 15 minutos. O titular da Semop, Marcus Passos, reforçou a importância deste trabalho para os cidadãos. “Trata-se de uma operação contínua realizada pela Codecon, que tem como objetivo garantir que os consumidores sejam atendidos de forma digna e dentro do período razoável de espera, conforme estabelece a legislação”, destacou. 

Orientação ao consumidor – Qualquer cidadão que se sentir lesado em alguma relação de consumo pode procurar a Codecon, localizada na Rua Chile, 3, Centro, com funcionamento das 8h às 17h. Além disso, o órgão dispõe de profissionais que atuam nas Prefeituras-Bairro do Cabula/Tancredo Neves, Cidade Baixa, Itapuã/Ipitanga, Cajazeiras e Subúrbio/Ilhas. Para os consumidores mais conectados, ainda é possível realizar atendimento ou registrar queixas através dos canais de atendimento para reclamação Fala Salvador, no telefone 156, ou o aplicativo Codecon Mobile, disponível nas plataformas Android e iOS.  

 

 

Entrevista

Uma nova forma de consumir

Uma nova forma de consumir

O consumo colaborativo pode mudar o sistema de produção e economia globais? Para a pesquisadora Ana Cirne Paes de Barros, o mais provável é que as práticas hegemônicas continuem a existir, mas novas formas de consumo se espalhem de forma independente, proporcionando maior autonomia aos consumidores. 

Artigo

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

Pedágio da Via Bahia: 21,6% de aumento, 100% de desrespeito

No Natal de 2016 os baianos receberam um belo presente da concessionária Via Bahia, que administra rodovias federais no estado: o aumento do pedágio em 21,6% na BR-116 e 16% na BR-324. Os reajustes foram autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.



Enquete

Você é a favor da legalização dos jogos de azar?


Ver resultado

Se ligue

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Sua conta veio alta? Confira o que pode vampirizar sua energia

Chuveiro na posição "inverno" consome 30% mais. Banhos mais curtos ajudam a economizar até 40%. Geladeira em má condição consome até 70% da conta do mês. Em casa ou no escritório, tire os aparelhos eletrônicos da tomada quando estão fora de uso, principalmente televisão, aparelhos de DVD/Blue-Ray e de som.